“UMA GUERREIRA QUE NÃO FOGE A LUTA”
Publicado em 03/08/2017

ENTRAMOS NA ÁGUA E NADAMOS

Erundina responde críticas de Lula

Creditos: Adriano Vizoni?FolhaPress

ENTRAMOS NA ÁGUA E NADAMOS

A crítica de Erundina, enviada em nota à Folha de S.Paulo, é uma resposta à entrevista de Lula concedida na quinta-feira (20) aos jornalistas Juca Kfouri, José Trajano e Anter Greco. Nela, o ex-presidente afirmou que “metade da fescura (do PSOL) vai acabar” quando eles “governarem a cidade do Rio de Janeiro”.

Leia nota na íntegra:

Eu não poderia deixar de reagir ao ataque gratuito do ex-presidente Lula ao PSOL. Respondo sua provocação perguntando se ele esqueceu a experiência do governo do PT na Prefeitura de São Paulo, ou, quem sabe, nunca reconheceu aquele governo como sendo do seu partido. Ali, "entramos na água e nadamos", preservando os compromissos históricos do PT.

Governamos a cidade com minoria na Câmara Municipal, isso porque para conseguirmos maioria teríamos que transigir eticamente, o que não é aceitável até mesmo em nome da governabilidade que conseguimos com a participação dos setores populares que reconheciam o governo como seu. Isso não é "frescura", mas, sim, coerência e fidelidade aos compromissos da esquerda.

Os rompantes do ex-presidente poderiam ser dirigidos, não aos seus companheiros da esquerda, mas aos seus parceiros da direita com quem ele governou e que, no final, o traíram.

Por Luiza Erundina de Sousa